Como não ser mais um panfleteiro digital na internet

Você vive fazendo diversos anúncios nas redes sociais e não consegue captar clientes? Anuncia em seu site mas ninguém, se quer, pede orçamento? Talvez você esteja cometendo o mesmo erro que milhares de outras marcas. Confira neste artigo como não ser mais um panfleteiro digital e como captar mais clientes nas internet.

0
104
views
Não seja mais um panfleteiro digital na internet

Responda com sinceridade, você é um panfleteiro digital?

Antes de responder, pense um pouco se você age dessa forma:

  • 90% do conteúdo que você publica ou compartilha sobre sua marca são anúncios;
  • Toda ou quase toda interação que você tem com seus amigos no Facebook, Instagram ou outra rede social, são anúncios;
  • Todas suas publicações nos grupos do Facebook são anúncios;
  • Você compra listas de e-mails para enviar anúncios;
  • Você compra seguidores no Instagram;
  • 90% do conteúdo do seu site é focado em anúncios;

Se você usa a maioria dessas estratégias de venda parabéns, você é um panfleteiro digital!

– Tá, mas qual o problema disso?!” Você deve estar se perguntando.

Nesta publicação te darei dicas gratuitas de como deixar de ser um panfleteiro digital e passar a captar clientes na internet de forma consistente.

Vale lembrar que, tanto em meus Workshops, quanto em minhas Consultorias Exclusivas e Treinamentos, outras dicas mais aprofundadas neste e outros assuntos relacionados a Marketing Premium são passadas. Vale a pena participar.

 

Leia Também:

 

MAS AFINAL, QUAL O PROBLEMA EM SER UM PANFLETEIRO DIGITAL?

 

Para iniciarmos essa conversa, te peço que pare, pense e responda: Quantos anúncios você recebe todos os dias na internet, em suas redes sociais e em sua caixa de e-mail? Milhares, não é?!

Quantos destes anúncios você, de fato, presta atenção? Pouquíssimos.

E destes pouquíssimos, quantos te levam realmente a fazer uma compra? Quase nenhum, não é mesmo?!

Devido ao bombardeio de anúncios que recebemos todos os dias, nosso cérebro cria, instintivamente, uma barreira para aquilo que nos causa indiferença e desinteresse.

Seu anúncio está concorrendo com milhares de outros anúncios por breves segundos de atenção na mente de seu cliente/alvo e, como antes do seu anúncio ser visto, ele já foi bombardeado por outros milhares de anúncios, dificilmente seu anúncio não será ignorado.

“- Ah, mas eu sou mais agressivo. Já mando meus anúncios por mensagens para meu amigos do Facebook e seguidores do Instagram.

Tá, mas quantos destes já se tornaram seus clientes de fato? Quantos destes já desfizeram a amizade, deixaram de te seguir ou até te bloquearam nas redes sociais?

O problema em ser um panfleteiro digital está no esforço que se faz para ser facilmente ignorado, taxado de chato e acabar não fechando negócio algum.

 

MAS COMO VOU AUMENTAR MEU PÚBLICO, FORTALECER MINHA MARCA E CAPTAR CLIENTES?

A primeira coisa que você deve ter em mente, antes de sair por aí anunciando em todo lugar, é que você deve ter um plano de atuação. Um plano de marketing para seguir sem se desviar ou gastar tempo e recursos à toa.

Para te ajudar a elaborar seu plano de marketing básico, vou deixar um passo a passo que você pode seguir.

Vale lembrar que você deverá adequar esse passo a passo ao seu mercado de atuação e tipo de negócio, ok?

 

PLANO DE MARKETING BÁSICO

 

01 – DEFINA QUEM É SEU CLIENTE IDEAL

Esse é o primeiro passo no plano de marketing de qualquer tipo de empresa ou profissional.

O cliente ideal é o público que você quer que, além de serem clientes, tornem-se defensores de sua marca.

Você deve estudar o mercado que atua ou pretende atuar e saber o maior número de detalhes sobre seu cliente ideal:

  • É homem, mulher ou isso não importa?
  • É solteiro, casado ou divorciado?
  • Qual sua média de idade?
  • Quais marcas costuma consumir?
  • Qual sua posição na empresa que trabalha?
  • Onde ele(a) costuma passar férias?
  • É ele(a) que decide sobre suas compras?
  • Quais suas experiências com marcas que oferecem produtos e serviços semelhantes aos que sua marca oferece?

Essas são apenas algumas das milhares de perguntas que você deve responder para definir o perfil de seu cliente ideal.

Ter a clareza do tipo de cliente que pretende atender te dará uma melhor noção sobre o caminho que deverá seguir e impedirá com que perca tempo com aqueles que não valem a pena ter como clientes.

Lembre-se: Nem todo cliente é seu cliente, não perca tempo tentando vender pra todo mundo.

 

02 – DEFINA O TOM DE VOZ DE SUA MARCA

Definido o cliente ideal, é a hora de definir o tom de voz da sua marca.

Para isso, imagine que, se sua marca fosse uma pessoa real, como essa pessoa seria?

  • De que forma que ela falaria?
  • Seria uma pessoa séria, divertida, introspectiva, sexy, autoritária, simples, rebelde, criativa, etc.
  • Quais suas crenças?
  • Quais seus medos?
  • Quais as principais qualidades?
  • Quais seriam os principais defeitos?
  • Quais suas metas e missões de vida?
  • Qual o lugar no mundo ela pretende ocupar?

Após responder a essas perguntas você estará muito perto de definir uma personalidade para sua marca e o tom de voz que ela deve ter.

Lembrando que sssas são perguntas básicas para definir o tom de voz de sua marca e em minha consultoria, treinamentos e workshops falo mais detalhadamente sobre esse assunto.

 

03 – DEFINA METAS

“Alice: “Você pode me ajudar?”
Gato: “Sim, pois não.”
Alice: “Para onde vai essa estrada?”
Gato: “Para onde você quer ir?”
Alice: “Eu não sei, estou perdida.”
Gato: “Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve..

Definido seu cliente ideal e o tom de voz de sua marca, chegou a hora de definir as metas que você pretende alcançar.

Claro que suas metas não podem ser absurdas do tipo “– Hoje, quase não consigo vender R$ 1000,00 mas minha meta é que amanhã eu venda R$ 1.000.000,00“.

Estipule metas ousadas porém mensuráveis.

Pense da seguinte forma:

  • Quantos clientes, por mês, precisam fechar negócio comigo para que minha empresa alcance o ponto de equilíbrio?
  • Quantas reuniões ou atendimentos, por mês, preciso fazer para alcançar o número de clientes que preciso fechar negócio para alcançar o ponto de equilíbrio?
  • Quantos pessoas, por mês, precisam se interessar pela minhas soluções para que eu consiga marcar as reuniões ou atendimentos que eu preciso para alcançar o ponto de equilíbrio?
  • Quantas pessoas, por mês, precisam ser alcançadas diretamente por minha marca para que possam se interessar pelas minhas soluções, para que eu consiga marcar as reuniões ou atendimentos que eu preciso para alcançar o ponto de equilíbrio?
  • Para quantas pessoas, por mês, minha marca precisa se tornar conhecida para que possam ser alcançadas diretamente, para que possam se interessar pelas minhas soluções, para que eu consiga marcar as reuniões ou atendimentos que eu preciso para alcançar o ponto de equilíbrio?

Essa sequência de perguntas acima é um funil de vendas invertido e pode servir como base para você traçar sua metas de marketing e vendas.

 

04 – DEFINA ESTRATÉGIAS PARA CADA CANAL

Cada canal de comunicação na internet possui suas particularidades e você deve definir estratégias claras para cada um dos canais que atuar.

Para te ajudar, separei algumas dicas para que você possa aplicar a cada canal que for utilizar.

WEBSITE

As melhores estratégias para captar clientes através de seu website são:

  • Otimização para indexação no Google: Isso tornará mais fácil com que as páginas de seu website apareçam nos resultados de buscas do Google. Vale a pena ler o artigo Como colocar seu site no topo do Google
  • Google Adwords: O Google Adwords é o sistema de links patrocinados do Google onde você deve pagar para que seu site apareça nos resultados de buscas quando um usuário buscar por uma palavra-chave que você patrocinou.
  • Criação de conteúdo para seu site:  A criação de conteúdo relevante para seu site deve ser uma regra na seu plano de marketing. Criar uma ou duas publicações semanais referentes aos serviços e produtos que oferece te dará maior autoridade no assunto, além de permitir que usuários que buscam por este conteúdo possam encontrar no seu site, tornarem-se audiência com grande possibilidade de tornarem-se clientes. O simples fato de você estar lendo este artigo já indica a eficácia desta técnica.

 

FACEBOOK

Digamos que, assim como milhares de outros profissionais e empresas, você decidiu utilizar seu perfil pessoal para captar clientes.

Esse não é o melhor dos mundos mas, mesmo assim, vou te tentar te ajudar.

Vale lembrar que o ideal, para empresas e profissionais divulgarem seus serviços e produtos no Facebook, é a utilização de uma fanpage.

Vale a pena dar uma olhada no artigo Como ter uma página de sucesso no Facebook.

Para captar clientes com seu perfil pessoal no Facebook você deverá, antes de tudo, deixar seu perfil atraente e saber interagir com seu público.

DADOS PESSOAIS

Preencha os dados pessoais principais de forma estratégica. Preencha corretamente o nome, e-mail, profissão, cargo na empresa, telefone, endereço, endereço do Instagram, etc.

FOTO DE PERFIL E FOTO DE CAPA

Utilize uma foto de perfil de forma profissional. Nada de colocar um anúncio nesta área.

Se sua marca for seu nome, utilize um boa foto sua. Se possível contrate um fotógrafo para essa tarefa ou utilize uma foto de você em destaque em uma premiação.

Nada de selfies, fotos de baixa qualidade ou foto de algum personagem. Também não é recomendado o uso de imagens de algum projeto, produto ou logotipo como foto de perfil.

Se o perfil pessoal for referente a uma empresa, utilize a foto do embaixador da marca ou de todo seu time comercial.

Pessoas buscam conexão com pessoas. Utilize isso a seu favor.

Já na foto da capa, utilize a imagem de um projeto ou produto de alta qualidade. A mesma regra do fotografo se aplica aqui. Nada de fotos mais ou menos, feitas com seu celular.

Na foto da capa recomendo o uso de seu logotipo e contatos de forma discreta.

FRASE DE APRESENTAÇÃO

Capriche em sua frase de apresentação que deve ter até 100 caracteres.

Uma dica é dizer, de forma convincente, o que você faz, o problema que você resolve e o mercado que você atua.

Nada de frases clichês ou descrição genérica. Seja criativo(a).

FOTOS EM DESTAQUE

O Facebook permite que cada usuário utilize até 5 fotos em destaque em seu perfil pessoal.

Minha dica é que utilize fotos de projetos, fotos de você e sua equipe no trabalho e fotos de eventos que sua marca participou. Lembre-se, nada de selfies ou fotos que não representem sua marca de forma positiva.

QUAIS PÁGINAS SEGUIR

Siga páginas que seu cliente ideal seguiria, páginas que postem conteúdo relevante sobre sua área de atuação e páginas que possam ser interessantes para seu público.

O conteúdo dessas páginas serão importantes em sua estratégia pois grande parte deles você compartilhará com seus amigos.

Não siga páginas que não tenham utilidade para seu cliente ideal e nem possuam conteúdo relevante que poderá valorizar sua marca ao ser compartilhado.

O QUE PUBLICAR E COMPARTILHAR

Publique e compartilhe conteúdo que seja relevante para seu cliente ideal.

Nada de publicar ou compartilhar notícias polêmicas, notícias sensacionalistas, conteúdo sem relação com sua marca, assuntos delicados como política, religião, ideologias, brincadeiras de mal gosto, etc.

Fora isso, não faça de seu feed uma página de classificados de sua marca.

Repita comigo: “- Eu não sou um panfleteiro digital!”

Torne seu feed uma fonte de conteúdo de qualidade.

QUE GRUPOS PARTICIPAR

Participe de grupos onde seu cliente ideal possa estar ou grupos onde você possa fazer network, encontrando possíveis parceiros comerciais.

Participe desses grupos respondendo dúvidas e interagindo com seus integrantes.

Crie publicações relevantes, que gerem interesse nos outros integrantes do grupo e que, de forma indireta, atestem sua autoridade no assunto.

Evite publicar diversos anúncios. Em muitos grupos isso essa prática é até proibido pelos administradores.

Nada de ser um panfleteiro digital aqui também, ok?!

QUEM ADICIONAR COMO AMIGO

O Facebook permite que um perfil pessoal possa ter até 5000 amigos.

Busque nos grupos e sugestões do Facebook, amigos que se enquadram no perfil de cliente ideal ou que possam se tornar parceiros comerciais.

Não vá adicionando todo mundo que aparecer como sugestão do Facebook ou que te mandarem pedidos de amizade. Valorize sua marca e seja criterioso(a).

COMO INTERAGIR COM SEU AMIGOS

Você gostaria que alguém entrasse na sua casa, não te dissesse nada, te entregasse um panfleto e saísse?

Pois é mais ou menos assim que acontece no inbox de muita gente.

Todos os dias recebo diversas mensagens deste tipo em meu Facebook Messenger.

Pessoas que eu adicionei como amigo ou aceitei o pedido de amizade pois achei interessante o trabalho e que, do nada, enchem meu inbox de anúncios.

Na primeira vez normalmente eu ignoro mas, a partir da segunda vez, já cabe um “Desfazer Amizade”.

O ideal aqui é curtir e comentar as postagens, elogiar o trabalho da pessoa no inbox, convidar para algum evento, convidar para conhecer o trabalho que oferece de perto, etc.

O importante é não ser invasivo e tratar a todos como um amigo, não como uma fonte de receita.

 

INSTAGRAM

Assim como no Facebook, no Instagram o preenchimento correto dos dados pessoais e a escolha de uma boa foto de perfil devem ser prioridades.

Fora isso, uma descrição criativa que “venda seu peixe” de forma rápida e impactante também é importante.

Estabeleça uma rotina de publicações. De nada vale publicar 10 fotos em uma único dia e depois ficar 10 dias sem publicar nada. Tenha constância.

Utilize sabiamente a descrição de sua fotos. Imagine que é sua marca falando e utilize um tom de voz coerente.

Fora isso, utilize hashtags que tenham ligação direta com o tema de cada foto que postar. Lembre-se, o Instagram permite o uso de até 30 hashtags por foto.

Você não pode repetir as mesmas hashtags em todas as fotos pois poderá ser punido com o temido Shadowban que consiste em, num primeiro momento, não mostrar sua publicação na pesquisa de hashtags que utilizou e, num segundo momento, bloquear sua conta.

Vale a pena ler Como utilizar hashtags no Instagram para destacar suas publicações

Outra boa estratégia é seguir páginas que, possivelmente, seu cliente ideal possa estar seguindo também.

Interaja ao máximo com quem comenta em suas fotos e com quem comenta as postagens das páginas que você segue.

Não utilize programas que seguem automaticamente outros perfis e que dão unfollow automático. Isso, além de antiético, pode ocasionar em bloqueio ou suspensão de sua conta.

Respeite o privado alheio e só mande mensagens que realmente sejam relevantes. Nada de anúncios ok?!

Vale a pena ler também Como melhorar suas publicações no Instagram

 

04 – MENSURE OS RESULTADOS

Após um período predeterminado, chegou a hora de mensurar os resultados alcançados e verificar o que, de fato, funcionou para repetir e o que não funcionou para descartar.

Uma dica aqui é não se basear nas métricas do ego que consistem em utilizar como métrica apenas o número de likes, número de seguidores e elogios que recebeu durante o período.

O mais importante aqui é mensurar o engajamento de seu público para com sua marca, o número de reuniões e atendimentos que conseguiu marcar e o número de negócios que conseguiu fechar.

Sejamos realistas, nós profissionais não estamos na internet apenas para inflar nossos egos. Estamos na internet para fecharmos negócios, fazermos vendas e atendermos nossos clientes da melhor forma possível, não é mesmo?!

Após mensurar os resultados e analisar os erros e acertos é hora de voltarmos ao planejamento e começarmos todo o trabalho novamente.

Sucesso vem da constância e da disciplina, então arregasse as mangas e mão na massa.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ser um panfleteiro digital significa que você está perdido, que não tem estratégias claras e eficientes para divulgar sua marca e vender seus produtos e serviços.

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado a enxergar os erros que você pode estar cometendo e te orientar numa outra direção para que possa captar mais clientes na internet.

Caso precise de uma consultoria de marketing profissional especializada, você pode acessar: Consultoria de Marketing Premium.

Comente abaixo o que achou deste artigo e o que irá fazer para não ser mais um panfleteiro digital.

Aproveite e compartilhe esse artigo com amigos, parceiros de negócios, etc.

Caso queira fazer parte de nossa área VIP e receber conteúdo exclusivo, além de convites para workshops e eventos, basta se cadastrar preenchendo o formulário abaixo.

Forte abraço e até a próxima!



 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Please enter your name here